Edição:  
    Tecnologia

    Novo vazamento de dados

    Mais de 100 milhões de brasileiros foram afetados.

    Menos de um mês após o megavazamento de dados (leia aqui nosso artigo), que incluí os CPFs de milhões de brasileiros, temos um novo caso.

     

     

     

    Dessa vez 102,8 milhões de pessoas tiveram os dados de seus celulares vazados. Dados sensíveis como dados pessoais do proprietário da linha e tempos de chamadas estão expostos e disponíveis a criminosos.

     

     

     

     

    A empresa brasileira de segurança, PSafe, informou ao site de notícias NeoFeed que os vazamentos tem origem nos bancos de dados das operadoras Vivo e Claro. A PSafe enviará as informações sobre o vazamento dos dados à recém criada, Agência Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão criado pelo governo federal para regulamentar e reforçar a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

     

    Fonte: https://bit.ly/2NgNC1o