Edição:  
    Tecnologia

    O megavazamento de CPFs

    Dados de milhões de brasileiros vazaram na internet.

    Foram dois grandes vazamentos. O primeiro continha 223 milhões de CPFs (Cadastro de Pessoa Física), que vinham acompanhados de outras informações como nome, sexo e data de nascimento, além de dados de veículos e uma lista com CNPJs (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). Esses dados circulam na internet de forma gratuita, contanto que o acesso seja através de link ativo.

     

     

     

    O outro incluía, além dos mais de 200 milhões de CPFs, informações sobre escolaridade, benefícios do INSS e programas sociais, como o Bolsa Família, renda, entre outros dados. Esse está sendo vendido por criminosos.

     

     

     

     

    Juntos, os vazamentos continham também endereços, fotos de rosto, score de crédito e outras informações financeiras, imposto de renda de pessoa física, dados cadastrais de serviços de telefonia, dados relativos a servidores públicos e informações do LinkedIn.

     

    Apesar da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a proteção de dados pessoais no país continua sendo um grande desafio para os especialistas em segurança cibernética.

     

    Fonte: https://g1.globo.com/